Beira de Água

By Karla Moura - 18:54


Beira de Água
 
"Estive sempre sentado nesta pedra
escutando, por assim dizer, o silêncio.
Ou no lago cair um fiozinho de água.
O lago é o tanque daquela idade
em que não tinha o coração
magoado. (Porque o amor, perdoa dizê-lo,
dói tanto! Todo o amor. Até o nosso,
tão feito de privação.) Estou onde
sempre estive: à beira de ser água.
Envelhecendo no rumor da bica
por onde corre apenas o silêncio."

Eugénio de Andrade


Local: Açude do Gameiro/Mora 
                                                                        

All Day I Hear the Noise of Waters by James Joyce
All day I hear the noise of waters
Making moan,
Sad as the sea-bird is when, going
Forth alone,
He hears the winds cry to the water's
Monotone.

The grey winds, the cold winds are blowing
Where I go.
I hear the noise of many waters
Far below.
All day, all night, I hear them flowing
To and fro. 
Photo: Vitor Pires
Place:  Dam of Gameiro/Mora  
                                                            

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários