Cabeção, 8 lugares onde tem que ir - Parte II

By Karla Moura - 11:39

Hoje o olhar vai para o elemento terra desta vila que, segundo consta, foi fundada pelos cavaleiros da Ordem Militar de S. Bento de Avis, em data incerta do reinado de D. Afonso II, posteriormente a 1211 (*).


Cheira a lavanda e rosmaninho. Dançam as abelhas em torno do nectar das flores. Assobia o vento de mansinho na copa das árvores. Estamos no Pinhal de Cabeção - Mata Nacional.


(*) http://digitarq.adevr.arquivos.pt/details?id=996684


É rico o legado megalítico do concelho. Em Cabeção podem ver-se a bonita anta I, incluída no percurso megalítico das Antas do Monte da Ordem.

É um belo passeio a pé pelos campos, respirando história.

























Foto Google


Igreja Matriz ou Igreja de Nossa Senhora da Purificação.  Reza a história que em 1279 esta igreja já existia, situada no que era então uma quinta doada a D. Constança, filha natural do rei D. Dinis.  De notar que Cabeção é também denominada Nossa Senhora da Purificação. 




    Acabe o dia no 

Já ouviram falar do Fluviário de Mora? Provavelmente sim. Caso contrário, posso dizer que é verdadeiramente imperdível e um dos melhores programas para fazer com crianças no Alentejo.

Há três coisas que gosto no Fluviário. A primeira é a sua arquitectura, espaçosa, arejada, moderna. Uma bonita estrutura, branca como as casas alentejanas, bem inserida na paisagem. E muito fotogénica. 


 Saudações de boas-vindas ao Fluviário. Está prestes a entrar neste mundo de peixes, répteis e lontras.


A segunda é o seu interior, a alma daquilo que nos leva a visitar este espaço, com peixes e peixinhos, uns mais cinzentos, outros mais coloridos. E as lontras, claro, as Prima Donas deste bailado aquático.

É oferecido ao visitante uma simulação dos habitats naturais, aquáticos e terrestres, num percurso entre a nascente e a foz de um rio.


   A terceira é a sua envolvente que inclui o pequeno lago que nos espera no final da visita.

   A última vez que andei por estas bandas foi em Setembro de 2016 e aos meus olhos oferecia-se
   uma paisagem vibrante de cores das muitas pequenas flores que por ali florescem.

    Fotos 1, 3 e 4: Google






Pode terminar a sua visita passando passando pelo café do Açude do Gameiro e tomar qualquer coisa. Ou comer um gelado, nos dias quentes de Verão.

http://moramundus.blogspot.be/2016/08/informacao-fresca-sobre-o-fluviario-de.html

http://moramundus.blogspot.be/2016/08/o-fluviario-de-mora.html

Megalítico: https://www.facebook.com/museumegalitismo/?hc_ref=SEARCH&fref=nf 

Fluviáriohttp://www.fluviariomora.pt/ 






EN 

Today my attention goes to the Earth element.

It smells like rosemary and lavender up here. The bees dance around the flowers. The wind blows softly in the treetops. We are in the Cabeção's Forest.









   The megalithic legacy of this county is quite impressive. In Cabeção we can see the beautiful
   Cromlech I, included in the megalithic route of the Mount of the Order.

    Visiting the cromlechs  is a beautiful walk through the fields, feeling the breathe of old times.



The Church of Our Lady of Purification. The story goes that in 1279 this church already existed, located in a farm given to Princess Constança, the natural daughter of King D. Dinis. Cabeção's parish is also called Our Lady of Purification.



Finish the day by visiting the



Have you ever heard of Mora's River Aquarium? Probably yes. Otherwise, I can say that it is a place you must visit and one of the best programs to do with children in the Alentejo.

There are three things I like about this Aquarium. The first is its architecture, spacious, airy, modern. A beautiful structure, white as the houses in Alentejo, well inserted in the landscape. And very photogenic.

   
    Welcome to Mora's Aquarium. You are about to get into this world of fish, reptiles and otters.



The second is its interior, the real reason to visit this space, with fish and small fish, some gray, some more colorful. And of course the otters, the Prima Donnas of this aquatic ballet.
The River Aquarium offers to the visitor a simulation of the natural aquatic and terrestrial habitats, in a pathway from the source to the river mouth.



The third one is its surroundings which include the small artificial lake at the end of the visit.

The last time I went for a walk in this area was in September 2016 and
a colorful and vibrant landscape of many small flowers gave itself to my eyes.









You can finish your visit by passing by the Gameiro's Dam Bar and drink something. Or have an ice cream on hot summer days.








http://www.archdaily.com/4921/mora-river-aquarium-promontorio-architecture


https://en.wikipedia.org/wiki/Cabe%C3%A7%C3%A3o

http://moramundus.blogspot.be/2017/05/cabecao-8-lugares-nao-perder-parte-i.html

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários