Cabeção, 8 lugares onde tem que ir - Parte I

By Karla Moura - 14:03

Chegou a vez de falar de Cabeção. 

A tarefa é dificil porque há muitas coisas para dizer e mostrar. Por isso, hoje, vou falar do elemento água desta bonita freguesia.

Deixem-me começar por vos dar as boas-vindas a Cabeção, a terra onde o que mais me fascina são, precisamente, as paisagens aquáticas. É, no concelho de Mora, o destino de prelidecção de quem gosta de água. De olhar, de mergulhar, de remar, de pescar.



Nas minhas andanças por estas bandas fui fotografando aquilo que vi ao longos dos anos e que agora partilho convosco.

O casario, visto de longe,  escondendo os seus tesouros dos nossos olhos.

















A Ribeira do Raia, qual espelho reflectindo no seu leito toda a beleza envolvente. 

Em invernos chuvosos as suas águas correm em torrente e, por vezes, cobrem a velha ponte.

No Verão, oferece-nos a sua frescura.




Por falar em água, deixem-me mostrar-vos o Açude do Gameiro. Tenho na memória muitas tardes quentes de Primavera e de Verão passadas com a família e com os amigos em grandes mergulhos, largas braçadas, muitas brincadeiras na praia fluvial do Gameiro.

Aconselho vivamente como excelente programa de fim de semana ou férias.




Mesmo aqui ao lado o Passadiço, que convida a longos passeios para bem apreciar a paisagem, a fauna, a flora. Em passo lento, longas paragens, em boa companhia ou em solitária caminhada muito terá para ver ao longo dos 1.5 km deste corredor de madeira, seguido de 1.4 km de trilho pela zona ribeirinha e 2.5 km pela zona de montado.                                         

 
 

A não perder uma visita aos Moinhos de Água,  testemunho dos primitivos ou antigos sistemas de moagem que se encontram na região. 

Os moinhos inscrevem-se harmoniosamente numa paisagem de calmaria absoluta, onde diriamos que o tempo passa muuuito lentamente e todos os sons envolventes apelam a aguçar os sentidos e apreciar em pleno a natureza.

 

Não perca a Parte II desta visita a Cabeção. 

EN

It is time to talk about Cabeção.

A difficult task since there are so many things to say and to show. Today, I am going to talk about the water element of this beautiful parish.

Let me start by welcoming you to Cabeção, the land where the most fascinating thing is for me the waterscapes. It is, in the municipality of Mora, the preferred destination of those who enjoy water.  We can just contemplate or in alternative we can dive, swim, paddle or go fishing. 

Along my wanderings around this area I have been photographing what I have seen over the years and which I am now sharing my pictures with you.

The houses, seen from afar, hide its treasures from our eyes.
 















Here it is the Stream of Raia, like a mirror reflecting in its riverbed all the surrounding beauty.

In rainy winters its waters run in torrent and sometimes cover the old bridge.

In the summer, it offers us its freshness.


Speaking of water, let me introduce you to Gameiro's Dam. I have many memories of warm  spring and summer afternoons spent with family and friends swiming and playing on this river beach.
 
I highly recommend it as an excellent weekend or holiday program.


And right next to it the footbridge that invites you to long walks to enjoy the landscape, the fauna and flora. Walking slowly with long stops and in good company or on a lonely walk, you will have much to see along the 1.5 km of this footbridge, followed by 1.4 km of trail by the riverside zone and 2.5 km by the forest.



  


Do not miss a visit to the Water Mills, a testimony to the primitive or old milling systems that we  can still find in the region.

The mills are harmoniously integrated in an peaceful landscape, a place where we can say the time passes very slowly and all sounds appeal to the senses and to fully enjoy nature.


























 To be continued.
Do not miss Part II of this visit to Cabeção.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários